Bertrand Bonello examina o delírio dos influencers em Coma

Bertrand Bonello não é propriamente um cineasta desconhecido, pelo que surpreende que o seu novo filme Coma tenha sido selecionado para a secção Encounters. Só se compreende pela ousadia formal de fazer um cinema totalmente ‘fora da caixa’, ao mesmo tempo que explora todas as condicionantes de um cinema feito em tempos de lockdown, como, de resto, é indicado no genérico. 

Continue reading “Bertrand Bonello examina o delírio dos influencers em Coma”

À Vendredi, Robinson. A história de um (breve) encontro

Basta-nos um verso – Io sono una forza del Passato – o primeiro verso de um poema de Pier Paolo Pasolini (quem não se lembra de Orson Welles em La Ricotta?), que empresta ao título esse mesmo verso para nos aquietarmos. E já vai longo o filme. E encontro outrora apenas imaginário tornou-se real. Inspirado no poema de Pasolini, À Vendredi, Robinson da realizadora iraniana Mitra Farahani não precisa de ser mais do que isso e, no entanto, tamanha é a grandiosidade de ser só isso – um encontro à sexta-feira entre Jean-Luc Godard e Ebrahim Golestan.

Continue reading “À Vendredi, Robinson. A história de um (breve) encontro”