EUROPA é o vencedor da 15ª Festa do Cinema Italiano

Terminou no passado Domingo, dia 10, a 15ª edição da Festa do Cinema Italiano.

Num ano em que se volta a sentir uma tão desejada normalidade, a Festa pôde voltar às suas datas habituais, e, sobretudo, à sua casa, o Cinema São Jorge. Durante dez dias, a Festa trouxe à capital portuguesa festas esgotadas, concertos, e, acima de tudo, muito cinema italiano.

A edição deste ano foi marcada pelas celebrações do centenário de Pier Paolo Pasolini, que contaram com a presença de Ninetto Davoli. A retrospetiva continua até ao final do mês na Cinemateca Portuguesa, e à qual se pode ler um artigo dedicado neste blog. (https://cineblogifilnova.fcsh.unl.pt/?p=666).

Uma imagem com antigo

Descrição gerada automaticamente

Édipo Re, Franco Citti, Ninetto Davoli © Festa do Cinema Italiano

O grande vencedor do Prémio do Júri desta 15ª edição foi Europa de Haider Rashid. Premiado unanimemente por parte de um júri – composto por Pilar del Rio, Salvador Sobral e Leonor Teles – que justificou a sua decisão da seguinte forma: “ É um filme do nosso tempo. Nesta época de solidariedade branca, o filme relembra-nos que devemos olhar também para tudo o resto que se passa no mundo. A imersão do filme faz-nos acompanhar de forma intensa e próxima a jornada desta personagem. A tensão presente em todos os momentos deixa antever as emoções sentidas por Kamal. É um filme necessário, onde o ser humano luta pela liberdade e convivência”.

Ainda na secção da competição o júri atribuiu uma menção especial a Lovely Boy de Francesco Lettieri, considerando o filme “um retrato da atualidade, protagonizado por uma personagem magnética e apaixonante”. Entre o público, o filme favorito foi L’arminuta, de Giuseppe Bonito.

A destacar ainda a tão interessante secção Panorama que contou com diversas antestreias nacionais – em particular o vencedor do Prémio Especial do Júri no Festival de Veneza, Das Profundezas (https://cineblogifilnova.fcsh.unl.pt/?p=742) – e com a presença de grandes personalidades do cinema italiano, como Michelangelo Frammartino e Marco Bellocchio (via Zoom).

No Cinema São Jorge, Giovanna Giuliani, Michelangelo Frammertino e Stefano Savio, na sessão de Das Profundezas

A mostra continua agora, e até ao início do próximo mês, em diversas cidades por todo o país: Beja, Aveiro, Caldas da Rainha, Almada e Lagos. A Festa do Cinema Italiano foi organizada pela Associação Il Sorpasso, com o apoio da Embaixada de Itália, do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, da Câmara Municipal de Lisboa e da EGEAC.

[Foto em destaque: Europa, Adam Ali © Festa do Cinema Italiano]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.